Notícias

Sustentabilidade foi o tema de palestras que a Premix apresentou em três eventos no Estado do Tocantins


pmx_dominici_site

Entre os dias 23 e 24 de novembro, a Premix apresentou palestras em três eventos no Estado do Tocantins. A ação faz parte de um dos pilares da empresa, que é o conhecimento compartilhado.

O primeiro aconteceu durante o 1º Fórum da Agropecuária Sustentável do Estado do Tocantis, no dia 23 de novembro, em Palmas (TO), que discutiu os caminhos sustentáveis para a agropecuária tocantinense.

O evento, realizado no auditório do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), contou cerca de 300 participantes, entre produtores, estudantes dos cursos de agronomia e zootecnia, e alunos do curso técnico de agronegócios.

Na programação, o médico veterinário Marcelo Dominici, representante da Premix na região, apresentou palestra com o tema “Sustentabilidade econômica na pecuária tocantinense”, ressaltando as perspectivas e as tendências para a melhora do mercado em 2019.

Logo em seguida, no mesmo dia, o encontro foi em Gurupi (TO), no campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT). Para um público formado por alunos, professores, pecuaristas e técnicos, Dominici falou sobre a cadeia produtiva da pecuária no Estado em sua palestra “Sustentabilidade econômica da pecuária brasileira”.

O profissional destacou a importância da participação do profissional de agronomia na cadeia produtiva. “Falamos do cenário atual da pecuária e as responsabilidades, principalmente em relação a Integração-Lavoura-Pecuária (ILP) para um sistema mais produtivo e sustentável”, ressalta.

No dia 24, o veterinário participou do dia de campo e feira de touros da Nelore Jal, um dos maiores selecionadores de Nelore do Brasil, sendo várias vezes campeão na ExpoZebu, em Uberaba (MG). O evento foi realizado na Fazenda Santa Cecília III, em Araguaçu (TO), e contou com o patrocínio da Premix.

Durante a programação. Marcelo Dominici também apresentou palestra, desta vez com o tema “Análise econômica da pecuária de cria”, onde apresentou dados econômicos importantes e falou sobre as perspectivas de um cenário mais otimista, com valorização do bezerro, já que, nos últimos anos, o abate de fêmeas tem aumentado.

Segundo Dominici, essa cadeia ficou comprometida, pois a pecuária de engorda evoluiu, apresentando uma situação de precocidade ao abate. “Com os animais sendo abatidos mais cedo, com confinamento e sistema de pastejo intensivo, a pecuária de cria diminuiu o número de matrizes, de forma que não consegue acompanhar e repor o volume de animais abatidos”, conclui.

Sobre a Premix

O Grupo Premix tem como objetivo oferecer soluções em nutrição integradas. Com a missão de contribuir para evolução do agronegócio com um olhar no futuro, por meio de inovação, relacionamento e conhecimento compartilhado, o Grupo reúne as empresas Premix, indústria nacional líder em nutrição animal que atua há 40 anos no mercado, e a Sementes Paulista.

A companhia oferece consultoria técnica especializada e disponibiliza aos seus clientes produtos de alta tecnologia, voltados para a qualidade do pasto, manejo correto e nutrição adequada de bovinos de corte e de leite, equinos, ovinos e caprinos conforme o clima e época do ano em cada região do País, categoria animal e fase de desenvolvimento.

Com moderna estrutura de produção e distribuição, a Premix também possui fábricas próprias em Patrocínio Paulista (SP), Presidente Prudente (SP) e Araguaína (TO), além de centros de distribuição em Rio Verde (GO), Maringá (PR) e Campo Grande (MS). A companhia investe constantemente em inovação e desenvolvimento tecnológico de novos produtos com pesquisas e parcerias com as mais renomadas instituições de ensino do Brasil.

Entre em contato
com um dos nossos consultores