Notícias

Com assessoria da Premix, Fazenda Jaguaré, em Paragominas (PA), registrou lucro de R$ 813,80/ha

Estratégia de suplementação, associada a subprodutos agrícolas, produziu 17,3 arrobas/ha em 73 dias


 

Foto Fazenda Jaguaré

A Premix, empresa nacional líder em nutrição animal, através de sua consultora técnica Nayara Quixabeira, assessorou a Fazenda Jaguaré, localizada no município de Paragominas (PA), na terminação dos animais em semiconfinamento. 

Na propriedade, pertencente a Jonacir Dalmaso, a assessoria técnica utilizou o Núcleo Premix aditivado com Fator P, associado a subprodutos agrícolas, que levou à produção de 17,3 arrobas/ha, com lucro de R$ 813,80 /ha em 73 dias.

Com visitas técnicas a cada 60 dias, a consultora técnica e o representante comercial Vagner Ávila, acompanharam o desempenho dos animais em semiconfinamento suplementados com ração balanceada utilizando resíduos de culturas produzidos na própria fazenda e Núcleo Concentrado para Rações com Fator P, no período de seca.

Os animais foram pesados no início do tratamento, vermifugados e apascentados em módulos de sistema de pastejo rotacionado, formados com pastagens dos gêneros Brachiaria e Panicum com taxa de lotação média de 5 UA/ha, em lotes de aproximadamente 50 animais machos cruzados e fornecimento de ração duas vezes ao dia, às 9h e às 15h.

Entraram para o semiconfinamento 371 machos, de 24 a 30 meses, com peso médio inicial de 15,95 arrobas. Os resultados, após os 73 dias, apontam ganho de peso 3,68 arrobas, ganho médio diário (GMD) de 1,203 kg e ganho de carcaça de 3,68 arrobas. O custo de produção de cada animal, incluindo ração e pasto, ficou em R$ 290,54, totalizando um lucro líquido por animal de R$ 173,14.

Constatou-se também que houve uma redução da idade ao abate com protocolos de suplementação utilizando o produto Araguaia 60 com aditivo 20A para a fase de recria.

“Outro dado que merece destaque nos resultados da Fazenda Jaguaré é o custo da arroba produzida, que foi de R$ 78,95. Segundo dados do Anualpec 2016, o custo da arroba produzida em sistema semi-intensivo na região de Paragominas (PA) foi de R$ 118,30. Portanto, temos uma economia de R$ 39,95 por arroba produzida”, ressalta Nayara.

A Premix agradece a Jonacir Dalmaso e ao gerente de Pecuária, Adelmo Dias de Deus, pela confiança em sua equipe, bem como a todos os colaboradores, pelo excelente trabalho realizado, fundamental para alcançar os excelentes resultados.

Sobre a Premix

O Grupo Premix tem como objetivo oferecer soluções em nutrição integradas. Com a missão de contribuir para evolução do agronegócio com um olhar no futuro, por meio de inovação, relacionamento e conhecimento compartilhado, o Grupo reúne as empresas Premix, indústria nacional líder em nutrição animal que atua há 38 anos no mercado, Green Fertilizantes e Sementes Paulista, e possui escritório central em Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

A companhia oferece produtos de alta qualidade e consultoria especializada, disponibiliza aos clientes o seu know-how e produtos voltados para a qualidade do pasto, manejo correto e nutrição adequada de bovinos de corte e de leite, equinos, ovinos e caprinos conforme o clima e época do ano em cada região do País, categoria animal e fase de desenvolvimento.

Com moderna estrutura de produção e distribuição, a Premix também possui fábricas próprias em Patrocínio Paulista (SP), Presidente Prudente (SP) e Araguaína (TO), além de centros de distribuição em Juara (MT), Itumbiara (GO), Maringá (PR) e Campo Grande (MS). A companhia investe constantemente em inovação e desenvolvimento tecnológico de novos produtos com pesquisas e parcerias com as mais renomadas instituições de ensino do Brasil.

Entre em contato
com um dos nossos consultores